Início Casamentos Casamentos Reais Casamentos na Cidade Casamento indiano: Manuela e Amrit
Casamento indiano: Manuela e Amrit

Casamento indiano: Manuela e Amrit

©2015Romero Cruz

Oi casais!!!

Hoje temos um casamento incrível na coluna exclusiva do Say I Do no Casar.com. Além de uma cerimônia católica, o casal fez um casamento indiano porque a família do noivo é de lá. Foram quatro dias de muita festa com gente do mundo inteiro. Ficou incrível e é muito legal saber um pouco mais da tradição de outros países!!

“Eu e o Amrit nos conhecemos por uma amiga em comum que estudou comigo na faculdade e tinha feito o colégio com ele. Foi em um Réveillon no sul do país e que fiquei muito amiga dele. Foram quase 3 anos de amizade antes de ficarmos. Nosso primeiro beijo foi no aniversário dele e depois disso foram 6 meses de enrolação dele para me pedir em namoro.

Depois de um ano e nove meses juntos veio o pedido. Nos últimos meses antes dele me pedir, eu sabia que estava próximo mas como planejamos um ano novo em Cartagena, achava que seria na viagem. Para a minha surpresa ele me pediu em casamento no dia que fizemos comemoramos 21 meses juntos. Um dia antes ele almoçou com meus pais e pediu a minha mão para eles. No dia seguinte, fomos tomar um brunch no Emiliano e aconteceu. Como não esperava passei o dia inteiro tremendo, nervosa e muito surpresa. Eu só conseguia rir e chorar.

A partir desse dia começamos a pensar em como seria o casamento dos sonhos e em uma forma de agradar a todos, porque os pais do Amrit são indianos e ele é hindu. Foram 11 meses de organização de 4 dias de festa e um noivado indiano para mais de 100 pessoas.

Nosso casamento começou no dia 15 de setembro quando chegaram os convidados de fora do país. Foram quase 100 convidados vindo de vários lugares do mundo como Europa, Índia, Canadá e EUA, sem contar os amigos e parentes que vieram de outros estados e cidades do Brasil. Para recepcionar todo mundo, fizemos um jantar no Hyatt.

No dia seguinte foi a cerimônia da henna que durou o dia todo. Era uma cerimônia apenas para mulheres onde eu fui pintada e quem quisesse também podia fazer a henna. No dia 17, foi uma festa na casa do Amrit que marcou o início do casamento. Eu não podia vê-lo neste dia, então não participei da festa. Se eu também fosse indiana, teria tido uma festa na minha casa também para família e amigos que vieram de fora. Já no outro dia aconteceu a cerimônia Hindu, o casamento civil e a festa indiana. É tradição indiana os noivos dançarem uma música agradecendo os convidados e dando boas vindas a festa e eu quis fazer de tudo para se sentirem na Índia. Os padrinhos também ensaiaram uma dança. Achei muito legal o esforço dele além de usarem as roupas típicas. Também é tradição os amigos dos noivos dançarem para homenageá-los e os convidados indianos e as famílias também dançaram. Essa primeira noite de cerimônia foi totalmente típica e minha sogra me ajudou muito para trazer a verdadeira Índia para o Brasil. Desde a comida feita por uma chef indiana junto com o chef do Hyatt às músicas e até mesmo os doces que foram feitos aqui.

No dia 19 aconteceu o casamento católico que era um sonho da minha vida. Fiz tudo para ficar exatamente do jeito que eu sonhava e como nosso casamento já tinha sido muito diferente, quis apostar num dia católico mais tradicional possível: sem atrações diferentes porque tudo acabou sendo um atração por si só. Pensamos que talvez a festa acabasse um pouco cedo devido à maratona de quatro dias de comemoração. Fomos surpreendidos por um casamento que começou às 17h e acabou às 6h. Não tenho nem explicações sobre esse dia: foi a melhor noite da vida com uma energia incrível e uma alegria contagiante.

Uma das partes mais legais foi unir amigos que não se conheciam e virou uma mega família. Viver o casamento com essa união fez com que as pessoas se sentissem parte de tudo que aconteceu. Eu só tenho a agradecer. Foi inesquecível. Não existem palavras para descrever o sentimento que vivemos nesses dias.”

 

©2015Romero Cruz ©2015Romero Cruz ©2015Romero Cruz ©2015Romero Cruz ©2015Romero Cruz casamento-indiano-manuela-e-amrit (43)

casamento-indiano-manuela-e-amrit (44) casamento-indiano-manuela-e-amrit (45) casamento-indiano-manuela-e-amrit (46) casamento-indiano-manuela-e-amrit (47) casamento-indiano-manuela-e-amrit (48) casamento-indiano-manuela-e-amrit (49) casamento-indiano-manuela-e-amrit (50) casamento-indiano-manuela-e-amrit (51) casamento-indiano-manuela-e-amrit (52) casamento-indiano-manuela-e-amrit (53) casamento-indiano-manuela-e-amrit (54) casamento-indiano-manuela-e-amrit (55) casamento-indiano-manuela-e-amrit (56) casamento-indiano-manuela-e-amrit (57) casamento-indiano-manuela-e-amrit (58) casamento-indiano-manuela-e-amrit (59) casamento-indiano-manuela-e-amrit (60) casamento-indiano-manuela-e-amrit (61) casamento-indiano-manuela-e-amrit (62) casamento-indiano-manuela-e-amrit (63) casamento-indiano-manuela-e-amrit (64) casamento-indiano-manuela-e-amrit (65) casamento-indiano-manuela-e-amrit (66) casamento-indiano-manuela-e-amrit (67) casamento-indiano-manuela-e-amrit (68) casamento-indiano-manuela-e-amrit (69)

imagem-post-casar-fornecedores

Casamento indiano

Local e Buffet: Hotel Hyatt
Bar: Brothers Bar
Decoração: Titina Leão
Bolos e Doces: Nininha Sigrist
Foto: Romero Cruz
Filme: Ale Cavalieri
Trajes do casamento indiano: vieram da Índia
Assessoria: Ciu Mateucci
Som e Iluminação: Ricardo Dias
Convites: vieram da Índia

Casamento tradicional

Igreja: Capela do Sion
Decoração Igreja: Rubens Decorações
Coral: Allegro Coral
Buquê: Rubens Decorações
Espaço: Contemporâneo 8076
Buffet e Bar: Vivi Barros
Decoração: Adriana Malouf
Bolo: Nininha Sigrist
Doces: Nininha Sigrist, Mariza Doces e Pati Piva
Bem-casado: Ana Cristina
DJ: Ale Salles
Foto: Maíra Preto
Filme: Ale Cavaliere
Assessoria: Entrevento
Vestido da noiva: André Betio
Tiara: Renata Bernardo
Beleza da noiva: Ney Garcia
Terno do noivo: Ricardo Almeida
Alianças: Cartier

Casamento indiano: Manuela e Amrit
Avalie esse Post

CASAR Salvador 2018