Início Ensaios Trash the Dress no Hawaii: Camila e Thiago
Trash the Dress no Hawaii: Camila e Thiago

Trash the Dress no Hawaii: Camila e Thiago

Casais!!

O Trash the Dress é um tipo de ensaio perfeito para vocês que querem aproveitar cenários incríveis para as fotos. O ensaio recebe esse nome porque o vestido é praticamente descartável. Geralmente as noivas tiram fotos na praia, algumas dentro da água e, até mesmo, no barro.

Mesmo usando e abusando do vestido, o resultados das fotos não deixa ninguém na mão. Fica tudo lindo! Um exemplo é o ensaio da Camila e do Thiago, que optaram por um Trash the Dress no Hawaii.

DCIM113GOPRO

A história dos dois é linda e quem conta pra gente é a Camila.

Nossa, isso foi bem louco. Como eu não sou do Rio, eu sempre tive vontade de conhecer a Via Show e curtir a festa Furacão 2000. Mas nunca havia surgido uma oportunidade. Então, em abril de 2011, o cunhado da minha melhor amiga comemorou o aniversario na Via Show e ai eu aproveitei pra ir com eles. No meio de muita gente feia, uma luz surgiu e era o Thiago. Haha eu sempre brinco falando isso. Mas é verdade! Ali, nos conhecemos, de um modo bem louco. Foi bem divertido!

IMG_5153

IMG_5437

Como foi o pedido de casamento?

Foi no Natal de 2014, na casa do meu irmão. Foi muito especial, pq eu não esperava. Nós chegamos na casa do meu irmão no dia de Natal. Assi que chegamos, aproveitamos para fazer o amigo-oculto. Amigo vai e amigo vem, o meu pai tirou ele e numa das frases ele disse: é que tem um agregado tentando entrar pra família. O Thiago, na sua vez, aproveitou a deixa e me fez o pedido. Minha mãe pulou igual uma perereca. Tipo: minha filha não vai ficar pra titia!

IMG_5540

IMG_5599

Como surgiu a vontade de fazer um ensaio “Trash the Dress”?

Eu sempre tive vontade de guardar de lembrança momentos espontâneos, junto a natureza, vestida de noiva, sabe. Quando o trash the dress começou a criar novas linhas aqui no Brasil, eu pensei: um dia eu vou fazer isso.

Porque o Hawai foi o lugar escolhido? Qual a ligação do país com a história do casal?

Então, na realidade nenhuma ligação. rsrs Foi a nossa primeira ida ao Havai. Mas a gente queria algo diferente do normal. Sempre sonhávamos em conhecer o Havai, então, decidimos colocar na lista de lugares pra lua de mel. Na verdade, o roteiro da lua de mel foi: Los Angeles (CA), Tahiti e Havai. Então, pensamos: E se aproveitarmos a ida ao Havaí pra embarcar no sonho da noiva de fazer o trash the dress? No caso, euzinha. Ah, sim, porque o Thiago, meu marido, sempre achou lindo, mas o sonho maior sempre foi meu. A ideia foi descobrir o Havaí, juntos, e passar isso nas fotos.

IMG_5746

IMG_5762

Como o roteiro da viagem foi alterado pelo ensaio? Vocês visitaram locais que ainda não conheciam para fotografar, ou tiveram que mudar algum plano de viajem por causa das fotos?

Nossa, isso foi bem louco! Assim, quando tivemos a ideia de realmente fazer o trash, a nossa lua de mel já estava toda montada e comprada. Fizemos o trash na ilha de Oahu, que ficam as cidade de Waikiki, Honolulu e as famosas praias de North Shore. Lá iríamos ficar 4 dias. Então, nesses dias, teríamos que fazer as fotos e conhecer os locais, já que não tínhamos ido ainda, sabe. Geralmente, as noivinhas fazem um dia de trash. Mas eu quero aproveitar mais, sabe? Então, juntou a minha vibe louca com a vibe louca do Giovani, não prestou! Rsrsrs Montei um roteiro, pra todos, aproveitarem juntos os lugares. Acordávamos bem cedo, todos os dias. Eu e Thiago chegamos cedo no primeiro dia, aproveitamos para conhecer o Waikiki, já que estávamos hospedados lá. Foi ótimo, pq assim podemos conhecer vários detalhes legais, para poder até falar depois com o Giovani.  A tarde, fomos buscar o Giovani no aeroporto. A ideia era poder chegar lá de vestido de noiva e já partir pra algum lugar. Mas não consegui, pq fiquei travada no hotel. Enfim, buscamos ele e voltamos para o hotel e logo saímos para dar uma volta ali na praia. Assim que descemos vimos que o por do sol seria alucinante. Eu e Thiago fomos correndo para o quarto, eu coloquei meu vestido, dei um tapa na make up e descemos. Nossa, que vergonha me bateu no primeiro dia. Como assim vou ficar andando pelas ruas de vestido de noiva? Mesmo este sendo o curto. Rsrsrs Assim que eu comecei a andar, os elogios e parabéns foram tantos, mais tantos, que eu até brinquei falando que eu estava recebendo mais elogias e parabéns ali que no meu próprio casamento. Não sei se vc sabe, mas o Havai é o point dos asiáticos. Muito louco! Só via japonês. E eles têm uma energia muito legal, foi maravilhoso receber tanta energia boa, com os parabéns. Isso foi me deixando menos travado e logo me soltei e começou a fluir. Conseguimos fotos maravilhosas. Ah, isso eu só fui ver aqui né? Pq o Giovani não mostra nada lá, é total surpresa! No dia seguinte, nós acordamos às 4 da matina, todos muito empolgados, sabe? Rsrsrs No dia anterior, compramos algumas comidinhas, frutas e água e colocamos numa bolsa térmica, assim partimos sem preocupações. Fomos ao Parque Nacional dos Vulcões do Hawaii, o famoso Diamond Head. Chegamos lá, o portão só iria abrir às 6 da manhã. Ficamos lá esperando. Não fui vestida de noiva, deixei pra colocar lá em cima, com medo de proibirem, sabe? Rsrs Assim que o portão abriu, a gente subiu quase voando. Foi muito louco! Pq queríamos pegar o nascer do Sol, sabe? Chegamos lá em cima, coloquei o meu vestido lá mesmo, estava com biquíni por baixo, um frio doido, já que estávamos no pico. Os japoneses olhavam e ficavam (ownnn) haha. Foi muito engraçado. Todo mundo querendo tirar foto comigo. A parada foi ficando igual um formigueiro. Esperamos o Sol nascer pq sabíamos que logo em seguida o povo iria embora. Dito e feito! Depois dos cliques lá de cima, eu desci de vestido para poder aproveitar o caminho para fazer mais fotos. Antes de chegar no portão, eu troquei de roupa pra não causar nenhuma dor de cabeça. De lá, a ideia era de partir para algumas praias, mas no meio do caminho, nos perdemos e caímos numa rua perfeita para fazer algumas fotos de carro. Foi bem legal pq meu marido não gosta de carro, somente de moto, e nunca havia dirigido antes. Mas pras fotos não iria ficar legal a noiva dirigindo né? Então ensinei a ele, muito rápido e elecomeçou a dirigir. Rsrsrs No inicio, foi meio pânico pq ele dava uns arrancos e eu me desesperava, por mais que a rua não passava uma alma penada. Depois de 20x fazendo a mesma coisa, ele pegou o clima e ai fluiu, até com mais diversão. Depois dali, ganhei meu dia. Ele vai tirar a carteira de carro! Amém! Hahahaha Bom, partimos para as praias de North Shore. Primeiro passamos de carro por todas, até a última que é a Sunset Beach, ali queríamos produzir fotos com o por do sol. Ficamos ali um pouco e fomos para a praia ao lado, a Pipeline, uns 10 minutos caminhando. A gente entrou na primeira ruela que dava a praia. Chegando lá, vimos que tinha um grupo de fotógrafos brasileiros e puxamos uma conversa. Papo vai, papo vem. O cara foi com a nossa cara e falou: Medina está na água! Fui a loucura, né? Tudo bem que eu e Thiago não somos surfistas. Mas perai! O  Medina surfando em Pipeline, praia que foi campeão e eu aqui? É lógico que iria tirar uma foto com ele vestida de noiva! Bafô total! Mesma coisa de ir pra Barcelona e tirar foto com o Messi. Ir ao Vaticano e tirar foto com o Papa. Hahaha Enfim, o Thiago entrou na minha vibe. Esperamos uns 20 minutos. O Medina saiu da água, em seguida, o Thiago deu um berro e ele papou um papo com a gente e tirou foto. Hahaha tieitei total! Aquela energia foi tão boa, que o dia rendeu muiiito. Estão, ficamos ali curtindo a praia um pouco. E, depois, fomos num canto de uma praia, a Banzai, que havia uma divisão da água doce com o mar, dica dos fotógrafos que conhecemos lá em Pipeline. Nossa, ali já surgiu um local novo, onde não estava no roteiro. As fotos ficaram lindas.  Depois, fomos almoçar num autêntico Food Truck, perto de Sunset Beach. O Soi foi caindo e ali fizemos fotos incríveis. Insistir tanto ao Giovani que ele deixou eu ver uma, pelo menos. Até desceu uma lágrima! De lá, voltamos ao hotel e saímos para jantar. No terceiro dia, eu queria conhecer a cachoeira Manoa Falls, onde foi feito o filme Parque dos Dinaussauros. Chegamos lá, cadê a água? Tudo seco!!! Hahaha Queria até fazer umas fotos lá, mas não rendeu! Ficamos um pouco triste. Depois de lá partimos para o aquário natural Hanauma Bay, pq lá iríamos fazer as fotos de água. Chegamos lá, fechado. Toda terça a reserva é fechada para limpeza e preservação.  Ali bateu uma depre! De lá, partimos de novo para North Shore para a energia voltar. Fizemos algumas fotos lá debaixo d’água e depois voltamos para o hotel, um pouco tristes, pq a ideia era fazer as fotos da água em Hanauma Bay. Aquilo ficou na minha cabeça, sabe? Pq ao mesmo tempo que eu queria fazer as fotos, eui tambe´m queria conhecer o local, pq é mágico. Tinha lido também sobre o local. No dia seguinte, o nosso check out era às 14h e o parque só abria às 11. Nossa, consegui convencer o Thiago para irmos à reserva e fazer as fotos bem rápido. Nisso o Giovani já estava com os dedos cruzados para ele aceitar né? Hshshs Cara, ele topou, mas ficou um pouco tenso. Eu já sabia que não iria dar tempo, óbvio! Hahaha cheamos lá, já tinha uma fila básica e antes de ir pra água, era obrigatório assistir um filme sobre o surgimento do local. Foi legal, mas a tensão estava à flor da pele. Bom, fomos pra água e começamos a ver um mundo a parte debaixo d’agua. As fotos foram fluindo, quando saímos da água era 14h30. Fomos voando para o hotel, com o Thiago dirigindo (hahaha). Uma estratégia para ele não ficar pensando no atraso do check out. Chegamos no hotel e deu tudo certo!

Falei muito né? Mas ao mesmo tempo que fizemos o trash, nós aproveitamos para conhecer os locais. Foi incrível, deu muito certo! Se eu pudesse faria sempre, porque o casal fica nunca vibe muito boa, sabe.

IMG_5955

IMG_5965

Você indica para outras noivas essa experiência? E qual dica dá a elas?

Sim, muito. Como eu disse, eu indico isso não só para noivas, mas para todos os casais. Foi muito divertido fazer as fotos. É um pouco corrido, mas vale muito a pena. E o mais incrível é poder sentir nas fotografias cada detalhe por trás delas, sabe? Isso fortalece o casal. Assim que pegamos as fotos pra ver. Eu chorei tanto! Fiquei muito emocionada!

 ♥

Vejam só o vídeo do casal, com mais fotos do ensaio:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=NS496ZBLHy0]

Lindos!!!!

Uma história pra lá de animada e cheia de aventura. Amamos!

Até mais,

imagem-post-casar-fotos

Giovani Garcia

Trash the Dress no Hawaii: Camila e Thiago
Avalie esse Post

CASAR Salvador 2018