Início Noivas Vestidos de Noiva Dúvidas No more! – Vestido de Noiva
Dúvidas No more! – Vestido de Noiva

Dúvidas No more! – Vestido de Noiva

Depois do noivo, acredito que o item mais importante no checlist para a maioria das noivas seja o vestido. Quase toda mulher sonha com isso desde criança. Com certeza, a primeira e a melhor tarefa em todos os preparativos do casamento é a procura pelo vestido ideal. Seja batendo perna nas lojas do bairro ou fuçando em algum site de busca na internet.
A entrada da noiva é um dos momentos mais esperados em todo o casamento e o vestido é, sem dúvidas, parte primordial para a composição da imagem da noiva. Embora algumas mulheres possam se decidir com facilidade, há muitas que mesmo dias antes do casamento se encontram indecisas.
Isso porque, a escolha do vestido de noiva não é tão simples quanto parece. Longo, curto, tomara que caia, com manga, sem, rodado, modelo sereia, decote, em renda, tule. São infinitas possibilidades, sem falar no formato do corpo da noiva que conta muito na escolha final.
0 2 3

Para tentarmos ajudar vocês a tornarem essa missão possível e sem arrependimentos futuros, convidamos a estilista mineira, Danielle Benício, para um bate-papo sobre as maiores e principais dúvidas sobre o assunto. Vestido de noiva? Duvidas No more!.

1) Com quanto tempo de antecedência as noivas devem começar a busca pelo seu vestido ideal?

O coração de cada noiva mostra o tempo ideal. É quando ela se sente segura para decidir o item mais importante de seu casamento. No caso do meu trabalho, como é exclusivo, existe uma limitação de quantidade, faço apenas três vestidos de noiva por semana. Sendo assim, normalmente com um ano de antecedência minha agenda começa a ser definida. Esse é o prazo ideal para mim.

2) A decisão final na escolha do vestido pode ser muito difícil e  vir cercada de dúvidas e receios. O ideal é a noiva ir sozinha? Ouvir opinião de outras pessoas ajuda ou atrapalha?

Depois que me tornei mãe entendi que a melhor opinião vem sempre da pessoa que lhe tem mais amor. Acredito que a mãe é sempre a melhor companhia. Mas caso a noiva tenha uma “segunda mãe” ou uma grande amiga de confiança, também pode contar com essa ajuda. Dará mais segurança.

3) O off white tem substituído o branco ou o branco continua sendo o queridinho das noivas? Há procura por outras cores também?

O verdadeiro off white é quase branco. É o tom mais claro da seda pura. Sendo assim, sou super fã desta cor. Particularmente não gosto dos tons de pérola, beges ou outras cores para noivas.

4) Todo modelo de vestido fica bem em qualquer corpo? Quais os fatores devem ser observados quanto a isso? Existem modelos e/ ou tecidos certos? Como valorizar o que se tem de bom e disfarçar o que não é tão bom assim?

Essa análise é meu ponto de partida sempre. Como consultora de imagem, avalio o equilíbrio, principalmente entre ombros e quadris, passando pela cintura, que precisa ser muito valorizada para gerar o aspecto ampulheta na noiva. Existem decotes que ampliam ombros e modelagens de saia que suavizam as linhas dos quadris. Se essa primeira definição estiver errada, de nada adianta um lindo vestido, porque não valorizará a noiva.

5) Existe uma lenda que diz “quando colocar no corpo logo saberá se é o seu vestido certo ou não”. É assim mesmo que funciona? Ou existe todo um processo para se chegar ao vestido ideal?

No atelier acontecem duas coisas: com a coleção Porter (vestidos prontos para vestir), o encantamento acontece assim mesmo – o vestido “escolhe” a noiva. Mas como a maioria das minhas clientes deseja passar pela experiência de se fazer um vestido sob medida, minha linha Couture, o que acontece é um amor a primeira vista entre mim e minha cliente. Daí para frente, tudo flui com muita naturalidade, e intuição minha.

6) Vestido curto. Quais as dicas para não errar? Numa cerimônia tradicional, pode ou não pode? E na festa, trocar ou não por um curto?

Na vida são raras as oportunidades de se usar um longo especial, principalmente com cauda. Por isso sou tão apaixonada por essa possibilidade. Tenho a impressão que se o curto não for muito, mas muito especial, pode causar decepção nas pessoas.

7) Falam muito de harmonia estética do casamento. O local, horário e estilo do casamento devem influenciar na escolha? Ou a noiva é um “espetáculo” a parte?

Adoro a palavra adequação. A coerência definitivamente não pode faltar. A noiva não é uma personagem.

8) Há regra quanto ao uso do brilho? E de acessórios? É possível usar mais de um tipo de acessório sem sobrecarregar o visual?

Tudo depende da personalidade. A noiva precisa “carregar” um visual cheio de detalhes com muita suavidade para não se tornar caricata. Por isso, acho que cada caso é um caso. Eu acompanho a noiva em 100% de suas escolhas, exatamente para evitar que haja excessos desnecessários.

9) A escolha do tamanho do véu/ mantinha deve ser feita baseada em algum parâmetro como o tamanho da noiva ou o tipo de cerimônia escolhida? Vale o mesmo para caudas dos vestidos?

Para determinar o tamanho do véu inicialmente me preocupo com a estatura da noiva e tamanho da igreja ou local da cerimônia. Não indico véus curtos, pois eles “achatam” a silhueta. A cauda segue o mesmo parâmetro.

10) Noiva sente frio? O que as noivas que se casarão no inverno podem fazer para minimizar a baixa sensação térmica?

Adoro essa pergunta! É muita emoção nesse dia. Um friozinho é sempre disfarçado e passa despercebido. Mas se o local da cerimônia for gelado, a noiva precisa sim se preocupar e preparar um suporte para sua chegada e saída. E como já disse antes, sou a favor da adequação, que nesse caso significa usar um vestido apropriado para a estação. Alças finas, decotes, fluidez – verão e primavera, mangas compridas, golas e tecidos estruturados – outono e inverno. Agora, sonho é sonho, e nada me impede de criar uma manga comprida numa renda chantily de seda, finíssima, e não deixar a noiva com calor.

11) Existe algum modelo de vestido ou tecido que sejam os queridinhos das noivas?

Minhas rendas são sempre um sucesso. São exclusivas e, algumas, assinadas por estilistas como Elie Saab e Chanel. O romantismo é, quase sempre, palavra-chave em um casamento, por isso as noivas têm tanto apreço.

4

 

12)  Quais as vantagens em comprar ou alugar o vestido? E a vantagem de fazer um sob medida?

Sobre o aluguel não falarei porque não sou adepta desse mecanismo. Sobre o vestido feito sob medida, acho que é incomparável, porque eu uso de todos os mecanismos de modelagem e técnicas de estilo para valorizar as qualidades da noiva. Vejo no olhar delas a emoção a cada prova, o carinho com a minha criação.

E sobre minha coleção Porter (prontos para vestir), costumo dizer que é um privilegio, porque são vestidos também exclusivos. São poucas as possibilidades, pois minha produção é limitada. Por isso tem acontecido encontros muito especiais no atelier que me surpreendem a cada dia.

13) Quantas provas é necessário e quando deve ser a prova final?

Para o sob medida de quatro a cinco provas. Para o Porter, normalmente três, pois os ajustes precisam ser feitos no corpo. As provas finais acontecem sempre há 10 dias do casamento e coincidem com o teste de cabelo e maquiagem para que eu possa analisar todos os detalhes e ter tempo hábil e seguro para qualquer alteração eventual.

14) Quais as instruções de limpeza e como conservar/ guardar o vestido?

Tenho uma lavanderia de confiança em Belo Horizonte. É a única realmente habilitada a fazer essa limpeza com segurança – as minhas noivas recebem um voucher com a indicação desse serviço no momento da entrega do vestido. Para guardar, recomendo o uso da capa de TNT (tecido-não-tecido), que entrego junto com o vestido. Ela permite que a seda pura respire e não muda a coloração do vestido com o tempo.

15) A melhor maneira de saber como um vestido fica no corpo é provando-o. Comprar online é arriscado?

Nem cogito tal possibilidade. É muito além do que um risco.

16) Qual a tendência para 2014?

Rendas um pouco mais estruturadas. As minhas já estão desembarcando no Brasil ainda em julho deste ano para a produção da coleção nova. E pérolas. Muitas pérolas!

5

Há 10 anos transformando sonhos em vestidos de noiva, Danielle é hoje uma das melhores estilistas de auto-costura de Minas Gerais. 

P.S.: Fotos exclusivas para o Uma vez noiva, sempre noiva.


♥ Créditos das Fotos!

Vestidos: Danielle Benício | Fotos: Alexandre + Cristina Lima | Ambientação: Soraya Adadde |Bouquet: Berta Bismarker | Make e cabelo: Ana Vale | Acessórios: Thaís Vilela para Danielle Benício

 

Dúvidas No more! – Vestido de Noiva
Avalie esse Post

Uma vez noiva, sempre noiva Uma vez noiva, sempre noiva: O blog nasceu no dia 04 de janeiro de 2011. Criado pela jornalista Lilian Gomes com o intuito de reunir pesquisas e ideias para o casamento em Fevereiro de 2012. Literalmente um diário virtual. Um cantinho para desabafar e dividir experiências com outras noivinhas que estavam vivenciando o mesmo momento. Continue lendo → http://www.umaveznoivasemprenoiva.com.br/

CASAR Salvador 2018