Samantha & Otávio

Casais!!

O casamento de hoje foi lindo demais!! Parou São Paulo !! Quem comandou tudo foi o trio, sempre impecável da Boutique de 3 !!! A cerimônia foi na Nossa Senhora do Brasil e a festa no Hotel Unique, e preciso dizer, a Renata ChapChap a-r-r-a-s-o-u na decoração!! Não se falava em outra coisa!! O filme do Vicente Piserni esta maravilhoso!! E retrata a emoção e a alegria que reinaram neste dia!! O vestido da  noiva estava lindo , todo bordado, foi do Sandro Barros e a make e hair foi do Jr Mendes!

Antes de assistirem, tem um texto fofo da noiva sobre a história do casal, detalhe, ela me mandou na vespera do casamento, muito querida!

“Tudo começou na noite do dia 20 de março de 2004, um sábado… oito anos e nove meses atras (sim nós ainda contamos os meses de aniversário rs). Nos conhecemos pela ajuda indireta do meu primo – o Rodrigo. Neste dia, ele queria sair para a balada, porém a condição estipulada pelo meu tio era que ele só poderia ir se eu fosse. Na mesma hora, meu primo me ligou e foi ai que começou uma reação em cadeia: ele só iria se eu fosse, e eu só iria se fosse também minha amiga, Vanessa.

Após 1 hora de conversa e muitos por “por favor”, “vai se legal” e “vai que voce encontra seu principe”, finalmente consegui convercer a Van a ir conosco para a balada, E, por coincidência fomos para a mesma balada aonde o Tavinho estava comemorando o aniversario de uns amigos, e foi aí que tudo começou….

Logo de cara percebi que eramos totalmente diferentes: O Tavinho todo social, expansivo – le-se baladeiro (aquele garoto lindo que faz seu coracao bater mais forte só de dizer “Oi” e te deixa totalmente sem reação?! Era ele) e provavelmente aquela era a 4a ou 5a balada dele da semana, enquanto eu, nao tinha o habito de sair muito e sempre fui mais quietinha. Com o “alerta defensivo” ligado, no momento em que ele veio falar, pensei: – Ihhh lá vem… Provavelmente ele quer conhecer minha amiga.

Até cheguei a falar isso para ele, e depois de uma breve conversa, e eu ainda na defensiva, ele afirmou que viria falar comigo, toda vez que descesse na pista. Claro que eu nao acreditei ne?!

Mas nao é que ele voltou e ainda trouxe um amigo a tiracolo (enfim esse amigo dele e minha amiga se casaram 2 anos depois – ela finalmente achou o príncipe dela – mas isso é outra história). Conversa vai, conversa vem, ficamos e na saida ele pegou meu telefone.

Na volta para casa, enquanto a Van vinha suspirando pelo principe dela, eu tinha certeza que o Tavinho se quer me ligaria. E por mais que eu tentasse me convencer disso, eu tinha uma pontinha de esperança.

E 3 dias depois, ele ligou e combinamos de sair, mas tivemos alguns desencontros, e a saída de fato so ocorreu 2 semanas apos termos nos conhecido. Deste dia em diante, nos falavamos quase todos os dias e nos viamos todo final de semana. Tudo era muito novo para nos dois: nunca haviamos nos envolvido sério com ninguém.

E o tempo passou até que no dia 30 de Junho de 2004, vendo que as férias de faculdade iriam começar e provavelmente cada um poderia seguir para o seu lado, o Tavinho me pediu em namoro, mas com um detalhe engraçado: No dia 1 de julho ele embarcava para passar 1 mês na Espanha, aonde sua irmã Carolina morava. E este foi o primeiro desafio do inicio de namoro: resistir a distância tendo acabado de começar. E para minha surpresa no dia 30 de Julho eu recebo um buque de Rosas com um lindo EU TE AMO!

O tempo passou e conversas sobre o nosso futuro começaram a surgir e se tornaram cada vez mais constante. A idéia de casarmos estava presente, mas o pedido veio em um dia normal de trabalho, mas muito especial pois iríamos visitar a igreja Nossa Senhora do Brasil.

Era 18 de Abril de 2011, e eu passei para pega-lo no trabalho. No meio de toda aquela confusão, irritada com o transito e outros probleminhas, o Tavinho tinha passado no jardim do trabalho e roubado uma linda flor… e para a minha surpresa ele segurou minha mao e disse: “Respira fundo, esquece de todos os problemas agora e foca 100% em mim”, daí ele me entregou a flor e perguntou se eu queria casar com ele… Foi uma surpresa, nada planejado, super simples mas com muito amor, um dia muito marcante para nós…

E Já que estávamos a caminho da igreja para conhecê-la, ele disse: “Por que já não marcamos a data do nosso casamento?”

Com a data do casamento marcada, o pedido oficial aconteceu no dia 21 de abril de 2012 – no meu aniversário. foi um jantar em familia com muito amor, carinho e cumplicidade.

E Hoje, após estes 8 anos e 9 meses de namoro, vejo que passamos por momentos de muita, mas muita alegria, alguns momentos tristes, alguns momentos de divergência, mas sempre estávamos um ao lado do outro, mesmo emburrados ou chateados, o sentimento que existe entre nós nunca foi posto em duvida, pelo contrario se fortificou ao longo dos anos.

E hoje em dia, olhando para trás, não sei se foi o destino ou se foi uma simples concidência da vida, mas eu tenho certeza que ele é o homem que eu gostaria de ter ao meu lado para o resto da vida, até ficar bem velhinha. Ele é a pessoa que me faz sorrir, me faz chorar de emoção, que me coloca para cima, que se preocupa com o meu bem estar e que acima de tudo me ama, independente dos meus defeitos.

E eu espero poder retribuir este amor e carinho sempre“.

[vimeo 64658425 w=500 h=281]

Gostaram?

Linda história, lindo filme, lindo tudo, com certeza terão uma vida liiinda pela frente!

Say I do.

Samantha & Otávio
Avalie esse Post

CASAR Salvador 2018